CDMA Technology
Members Sign-In
CDMA - UMA PLATAFORMA PARA CRESCIMENTO E INOVAÇÃO NA AMÉRICA LATINA

CDMA2000 distribui serviços avançados de comunicação na região

| English | Spanish |

COSTA MESA, Califórnia, 28 de julho de 2003 - O CDMA Development Group (CDG) (www.cdg.org) anunciou hoje que a plataforma CDMA está se expandindo rapidamente na América Latina segundo o crescimento no número de assinantes e no número de implementações da CDMA2000® evidenciados na região.

A América Latina is é um dos mercados que mais cresce no setor de serviços de comunicação sem fio, e a plataforma CDMA tem uma grande participação neste mercado. Há 36 operadoras de CDMA em 19 países principais que atendem a 28 milhões de assinantes. Muitas das operadoras de CDMA lançaram ou estão implementando redes 3G de CDMA2000. Atualmente há 19 redes comerciais de CDMA2000 e outras cinco estarão em operação até o final de 2003.

"A rede CDMA tem uma grande presença na América Latina, contando com uma base de assinantes que aumenta 30% por ano e redes CDMA2000 que estão sendo implementadas por toda a região", declarou Perry LaForge, diretor executivo do CDG. "Com a capitalização sobre a eficiência espectral e as capacidades de transmissão de dados em alta velocidade da plataforma CDMA2000, as operadoras da região estão aumentando suas respectivas participações no mercado wireless, oferecendo serviços de voz a preços acessíveis e distribuindo acesso de banda larga para a Internet".

A rede CDMA2000 oferece às operadoras da América Latina uma migração direta e econômica para os serviços 3G, e a maioria delas opera com redes TDMA ou CDMA em bandas de 800 MHz e 1900 MHz de freqüência. A rede CDMA2000 é amplamente implementada nessas freqüências no mundo todo, tornando a infra-estrutura e os aparelhos prontamente disponíveis e oferecendo grandes economias. Além disso, como a rede CDMA2000 baseia-se na rede principal ANSI-41, ela oferece uma economia significativa para as operadoras migrarem para o 3G e um serviço transparente aos usuários finais.

A rede CDMA2000 não apenas funciona nas mesmas bandas que os sistemas sem fio já existentes, como também utiliza o espectro de maneira mais eficiente oferecendo a maior capacidade para satisfazer a demanda cada vez maior por serviços de transmissão de dados e voz na região. A rede CDMA2000 duplica a capacidade das redes cdmaOneTM e aumenta quatro vezes a capacidade das redes TDMA. Como a rede CDMA2000 requer apenas 1,25 MHz de espectro, as operadoras podem implementar os dados sem alocar uma porção significativa de seus respectivos espectros atuais e migrar suas redes à medida que aumenta a demanda por estes serviços.

Com velocidades de transmissão de dados variando entre 50 e 90 kbps e velocidades de pico de até 144 kbps em redes comerciais, a rede CDMA2000 permite que as operadoras diferenciem através de serviços de valor agregado, como acesso à Internet de alta velocidade, áudio/vídeo em fluxo, navegar pela Rede e mensagens de multimídia. A tecnologia 1xEV-DO da CDMA2000, que já foi implementada por duas operadoras na América Latina, distribui acesso de banda larga à Internet utilizando velocidades médias entre 300 e 600 kbps e velocidades de pico de até 2,4 Mbps.

Há mais de 240 dispositivos CDMA2000 disponíveis atualmente para o mercado latino-americano. Como os aparelhos CDMA2000 são inversamente compatíveis com as redes cdmaOne e AMPS, as operadoras podem alavancar suas respectivas redes existentes enquanto fazem a transição para o 3G.

LaForge declarou, "As vantagens tecnológicas e os sucessos comerciais da rede CDMA2000 em distribuir serviços avançados oferecem às operadoras latino-americanas uma grande plataforma para se concorrer hoje e no futuro".

O CDG está patrocinando a Conferência Regional da América Latina sobre CDMA 2003 a ser realizada no Rio de Janeiro nos dias 13 e 14 de agosto. Pelo segundo ano consecutivo, a Conferência irá enfocar nos benefícios da CDMA2000 em fornecer serviços e aplicativos inovadores e que geram receita. As operadoras de serviços sem fio Brasil Telecom, BSI, Korea Telecom Freetel, SK Telecom (Coréia), SmartCom (Chile), Sprint (EUA) Telefonica (Peru), Verizon Wireless (EUA), Vesper e Vivo (Brasil) compartilharão seu conhecimento e experiência com a implementação da rede CDMA2000 com uma audiência de operadoras regionais, revendedores de equipamentos, fornecedores de conteúdo, desenvolvedores de aplicativos, a mídia e analistas em um dia e meio de conferência. As operadoras, os responsáveis pelos regulamentos e a mídia poderão participar gratuitamente da conferência. Para obter mais informações sobre a Conferência Regional da América Latina sobre CDMA, visite o website do CDG em http://www.cdg.org.

O CDMA Development Group é uma associação comercial sem fins lucrativos formada com a finalidade de promover o desenvolvimento, a implementação e a utilização das tecnologias CDMA. As 110 empresas associadas do CDG incluem muitas das maiores operadoras de serviços sem fio e fabricantes de equipamentos do mundo. As principais atividades do CDG incluem o desenvolvimento de recursos e serviços de CDMA, relações públicas, educação e seminários, assuntos regulamentares e suporte internacional. Atualmente há mais de 500 indivíduos trabalhando em diversos subcomitês do CDG em assuntos relacionados ao CDMA. Para obter mais informações sobre o CDG, entre em contato com Valerie Christopherson da CDG News Bureau através do telefone +1-(714) 540-1030, ramal 14, por e-mail vchristopherson@bockpr.com ou visite o website do CDG em www.cdg.org.