CDMA Technology
Members Sign-In
O Crescimento de Assinantes da cdmaOne na América Latina Cresceu Quase 1.200% em Um Ano

A cdmaOne Mantém a Mais Rápida Taxa de Crescimento de Tecnologia Sem Fio da História

English | Español

Costa Mesa, CA, 1 de setembro -- O CDMA Development Group (CDG) anunciou hoje que o crescimento de assinantes da cdmaOne na América Latina e no Caribe teve um aumento de quase 1.200% em um ano, o que eleva o número de assinantes para 1,8 milhão. Com mais de 28 operadores, a tecnologia da cdma está presente em 12 países latino-americanos, e o CDG prevê uma expansão significativa na região para o resto do período. A cdmaOne tem agora 35 milhões de assinantes em todo o mundo.

"A América Latina tem tudo para ser o mercado de maior crescimento para a cdmaOne no ano que vem. Com um escritório na região e um grupo de investimento ativo, o CDG está se dedicando à América Lagina e ao contínuo desenvolvimento da cdmaOne na região", disse Perry LaForge, diretor executivo para a CDG. "Os assinantes de tecnologia sem fio também se beneficiarão da presença cada vez maior da tecnologia da cdmaOne na América do Norte, que propulsionará contratos internacionais entre os dois continentes e o resto do mundo."

A cdmaOne oferece aos operadores da América Latina diversas vantagens além daquelas das tecnologias digitais, entre elas uma melhor capacidade em grandes centros urbanos, qualidade superior de voz e serviços de valor agregado que a diferenciam de outras tecnologias tais como Internet de alta velocidade e acesso a informaçõaes em redes 2G. A cdmaOne oferece também uma solução econômica para os operadores que estejam criando novas redes através de seu caminho de evolução integrada para 3G.

O crescimento de assinantes da cdmaOne aumentou também na Europa, no Oriente Médio e na África em 4685%. A Ásia continua liderando o crescimento de assinaturas da cdmaOne, com um aumento de 138%, o que dá um total de 20 milhões de assinantes na região. A América do Norte, composta pelos Estados Unidos e Canadá, teve aumento de 205%, acrescentando sete milhões de assinantes este ano.